segunda-feira, 19 de julho de 2010

Dia do Quase pódio!

video

Domingo foi dia de Duathlon! Me inscrevi nessa prova por vários motivos:


- Mais barata que as provas de triathlon;
- Conhecer a organização da Brasilfit;
- É perto de casa;
- Falta de tempo para treinar;
- Nunca ter participado dessa modalidade;


O resultado foi melhor do que eu esperava, abaixo as parciais:


Volta Tempo Distância ritmo


1 00:21:02 5,11 04:07
2 00:31:31 15,97 01:58
3 00:12:59 2,91 04:27


Total: 1:05:33


Existe grande dificuldade de pedalar depois de correr, é diferente do que estamos acostumados, a perna pesa, mas com o vácuo liberado ficou um pouco mais fácil.


A organização é muito boa, organizada, com boa estrutura a um preço justo. quando terminei a prova vi que tinha passado alguns da minha categoria, e como tinha pódio até o 5º colocado pedi para a super comissária de bordo, mais conhecida como Mariana ver o resultado, e para minha decepção fiquei em 6º, faltou passar apenas um atleta!!! Frustante, mas faz parte, algúem tem que chegar em sexto, para alguém ganhar outros tem que perder, mas tenho certeza que não perdi, ganhei bastante e saí bem satisfeito com meus tempos. Agora a próxima prova só com novo estado civil rsrs.

Baccios

sexta-feira, 16 de julho de 2010

O papel da nutricionista na vida do corredor

Amigos! Segue entrevista que respondi para a jornalista Yara Achôa sobre o papel da Nutrição no esporte.

PAUTA: o papel da nutricionista na vida do corredor


• Nome: Diego Ciarrocchi


• Idade: 27 anos


• Profissão: Analista de Projetos de TI


• Há quanto tempo corre? 5 anos. Desde Maio de 2005


• Treina quantas vezes por semana? 6 vezes por semana


• Treina para ter qualidade de vida ou performance? Para as duas coisas, porém a qualidade de vida é o principal objetivo, a performance vem como consequência.


• Você se considera um corredor iniciante, intermediário ou avançado? Depende do ponto de vista rsrs. Creio que avançado, já participei de mais de 100 provas, algumas como Elite.


• Seus desafios estão mais próximos de provas de 10K; distâncias intermediárias como Meia Maratona; ou Maratonas e Ultras? Maratonas e o Ironman (3,8km Natação, 180 bike e 42km Corrida).


• Tem acompanhamento nutricional? Acha importante ter? Por que? Acho importante todo corredor ter um acompanhamento multidisciplinar, treinos, nutrição, exames médicos, psicólogos. Já que iremos investir tempo e dinheiro no esporte devemos fazer o melhor. Especificamente com a nutrição, vi que meu desempenho melhorou muito após o início das consultas. Por muito tempo foquei esforço somente nos treinamentos e não dei a devida atenção para a alimentação, que como comprovam alguns estudos é tão ou mais importante do que os treinos. O acompanhamento nutricional é importante não somente para o corredor, mas para todos que buscam qualidade de vida.


• Acredita que a orientação nutricional possa fazer sua performance melhorar? Com certeza, meus tempos diminuíram bastante depois que comecei o acompanhamento, o tempo de recuperação também diminuiu. Reflexo de uma alimentação balanceada e adequada as minhas necessidades. Deixei de “treinar para comer” e passei a “comer pra treinar”. Muitas vezes eu treinava e depois comia muito mais que o necessário pensando que já tinha gasto as calorias, porém as calorias gastas num treino não refletem o alto consumo calórico de uma refeição num fast food por exemplo.


• Se tem nutricionista, com que freqüência a consulta? O que mudou na sua vida de corredor após procurar esse profissional? Faço acompanhamento a cada dois meses, a consulta ajuda para medir as evoluções, traçar novas metas para peso, massa magra, percentual de gordura e montar um planejamento para uma prova específica. Principalmente as provas mais longas exigem atenção especial da hidratação e alimentação antes, durante e depois da prova.


O que mudou creio que não foi somente na vida de corredor, mas sim no estilo de vida. A alimentação saudável e balanceada acaba interferindo também em outras áreas na minha vida, como no trabalho e nos relacionamentos. As pessoas mais próximas acabam também entrando no ritmo e adotam uma postura diferente na alimentação. Claro que no trabalho acham engraçado na minha mesa ter três frutas, aveia, barra de cereal e 2 litros de água. Vejo que a constância é a palavra chave na alimentação, claro que algumas exceções podem e devem acontecer, mas se você não arruma tempo e disciplina pra sua saúde, terá que arrumar pra sua doença.


• Se não tem nutricionista, como cuida da alimentação? “Consulta” amigos, procura informações em sites e revistas ou simplesmente faz o que acha certo? Mesmo com o acompanhamento acho válida a busca de informações com amigos, sites, revistas, etc. Devemos apenas ficar atentos para ver o que serve para nossas necessidades, a regra de o que vale para seu amigo pode não valer pra você também serve para a nutrição.


• Toma algum suplemento por conta própria? Não, todos os suplementos que uso são com orientação da minha nutricionista, tomar por conta pode se tornar até arriscado para a saúde e ter efeito contrário do desejado.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Como eu corri tanto tempo seu um Garmin!?


Pois é, meu brinquedo novo chegou! E logo após o primeiro treino me perguntei como eu corri tanto tempo sem ele rsrs. Demorei pra escolher o modelo, pesquisei bastante, conversei com alguns amigos que tinham outros modelos, e cheguei a conclusão que o Garmin Forrunner 110 me atendia.


Comparado com outros modelos ele leva vantagem em vários aspectos. O primeiro e talvez um dos mais importantes é o preço, paguei $250,00 na Amazon, se comparado com os outros modelos a diferença é de aproximadamente $100,00. Outro fator que influenciou muito foi o design/tamanho, pois diferente dos outros, ele tem um design moderno e com um tamanho bem menor em relação ao Forrunner 305 por exemplo.


Outro ponto positivo é a fácil interação, o próprio manual tem 9 páginas, ele é bem simples de usar e possui todos os recursos que um corredor high-tech precisa.


No treino, o GPS localizou o satélite em menos de 1 minuto, a sincronização com o site Garmin Connect também é super simples, e traz muitas informações sobre os treinos ou provas que podem sim ser relevantes ao seu treinador para melhorar sua performance.


Outro diferencial é que está disponível três modelos, masculino, feminino e unisex, opcional também é a cinta de freqüência cardíaca.


Ainda não testei numa prova de triathlon para ver como ele se sai na água, sei que a resistência na água não é muito boa. Outro ponto de atenção é que a bateria dura até 8 horas de treino, talvez não dê pra fazer um Ironman com ele.


Na embalagem vem um carregador USB e adaptador para tomada, o que é ótimo.


Em suma, para quem quer praticidade com um custo x benefício aceitável o Garmin Forunner 110 atende e não deixa a desejar em nada para os outros modelos, mais caros e maiores!


Abraços e nos vemos no asfalto! Nesse domingo tem Duathlon em São Bernando pela Brasilfit!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Triatletas que adoram uma corridinha




Pois é, eu sou um desses, mesmo 100% focado para as provas de triathlon, e a partir de agora já para o Meioironman de Pirassununga em Novembro eu não dispenso uma provinha de corrida, ainda mais num percurso novo e numa prova que nunca fiz. Ontem participei do Circuito SESC Santana de corrida, foram só 6km bem corridos considerando o treino forte de sábado na USP e a apresentação da Peça MULHER a noite. Tempo total de 28:13. Na minha opnião, as provas do SESC são tem dúvida o melhor custo x benefício, essa por exemplo custou R$8,00 com direito a sacola, camiseta, medalha, lanche, etc..

Resumo da Prova:
2 voltas de 3km
Muitas súbidas
Meu tempo: 28:13 (Detalhe, meu recorde mundial para essa distância)

O melhor é que também cumpri minha meta, fazer um não corredor correr, dessa fez foi o Vinícius Hideki, ator do #MULHER, fez em 34 minutos, nada mal para estréia. A noiva também correu, linda!!! Muitos amigos na prova, bom rever todos!!!

Semana que vem tem mais, Duathlon em São Bernando, 5km de corrida, 20 km de bike e 2,5km corrida.

Agora será que esse fenômeno da corrida acontece só comigo? A natação treino quase que por obrigação, a bike tem me conquistado cada vez mais, mas a corrida é paixão antiga. talvez mesmo a perfeição seja os três esportes juntos, a peça de três atos, e tirando as infinitas proporções o Triathlon é a "santíssima trindade" do esporte. Thiathlon Life Style!